Voltar

Natação

A natação para cães pode ser muito benéfica. Da mesmo forma que para humanos, a natação é indicada como recreativa, para condicionamento, perda de peso, tratamento da obesidade e como forma de hidroterapia.

Os animais em que o tratamento com natação devem ser acompanhados por um veterinário, pois devem ser examinados para problemas nas articulações, cardíacos e até mesmo animais que tem medo de água. Nestes casos o fisiatra pode avaliar e optar por técnicas assistidas de natação (quando o terapeuta diretamente auxilia o animal na terapia), além de controlar a intensidade e tempo adequados às diferentes afecções. Nunca deve-se pedir para o próprio proprietário colocar um animal com alguma lesão ( seja ela neurológica ou ortopédica) para nadar, pois este não conhece as técnicas de natação usadas na reabilitação e pode piorar a lesão ou até mesmo afogar o animal.

A natação no cão é indicada para tratamento de emagrecimento e obesidade, fitness, condicionamento físico e preparação para competições em casos de animais de exposição ou de trabalho. O trabalho cardiovascular é importante e muito benéfico, além de do trabalho na água ajudar a fortalecer todo o corpo, de membros à coluna. Deve ser usada com estímulos como brinquedos na água e deve-se acostumar o animal com a sensação da água, usando-se coletes no início. Quando o animal já estiver habituado, a natação livre pode ser feita. Ressalta-se que o cão deve estar em jejum de pelo menos duas horas, para evitar torção gástrica e outras complicações.

A natação no cão é indicada para tratamento de emagrecimento e obesidade, fitness, condicionamento físico e preparação para competições em casos de animais de exposição ou de trabalho. O trabalho cardiovascular é importante e muito benéfico, além de do trabalho na água ajudar a fortalecer todo o corpo, de membros à coluna. Deve ser usada com estímulos como brinquedos na água e deve-se acostumar o animal com a sensação da água, usando-se coletes no início. Quando o animal já estiver habituado, a natação livre pode ser feita. Ressalta-se que o cão deve estar em jejum de pelo menos duas horas, para evitar torção gástrica e outras complicações.

Reabilitações em animais com problemas neurológicos muitas vezes também são indicados a natação. A natação é uma ótima forma de estimular o equilíbrio e a coordenação, ativando o sistema nervoso sensorial. Deve ser feita de forma assistida pelo fisioterapeuta e de forma gradual, sendo que a hidroterapia no início pode ser leve e sustentada, e com a evolução chegar até a natação livre em etapas avançadas da reabilitação.

Ressalta-se as contra-indicações como problemas e lesões na pele, cervicalgias, animais com infecções (principalmente urinária) e com quadro clinico debilitado, cardiopatas graves ou descompensados, animais anêmicos, animais com fixadores externos ou fraturas não estabilizadas.

Agende uma consulta:

Sede
Rua Marco Aurélio, 399 • São Paulo • CEP 05048-000
11 3862-6398
11 3641-3858
Unidade Central Pet Panamby
Rua Itatupa, 66 • Loja 2 • Morumbi
11 3862-6398
11 3641-3858

atendimento@fisioanimal.com

Fale com a gente

ENVIAR