Loading...
  • Artrite / Artrose / Osteoartrite / Osteoartrose

  • Controle da dor

  • Displasia Coxofemoral

  • Hérnia de Disco

  • Obesidade

  • Ruptura do Ligamento Cruzado Cranial (RLCCr)

  • Síndrome da cauda equina

  • Tendinopatias

    O que é?
    A união dos tecidos musculares, endomísio, perimísio e epimísio dão origem a estrutura tendínea, que liga o tecido muscular esquelético aos ossos e permite o movimento das articulações e a manutenção da postura corporal. As lesões tendíneas podem acontecer por diversas causas, as mais comuns são a tenosinovite do tendão bicipital e do supraespinhoso no ombro e a tendinopatia do tendão calcâneo no membro posterior.
    Como identificar?
    Dor e claudicação (manqueira) são os principais sinais clínicos. Porém, para diagnóstico final pode ser realizado um ultrassom para avaliar a condição das fibras tendíneas e a presença de calcificações.
    Como tratar?
    A Fisioterapia exerce um papel essencial no processo de remodelamento e cicatrização tendínea, possibilitando a recuperação sem déficit funcional. O uso crônico de medicações pode não ser eficiente e gerar efeitos colaterais. Destaca-se o uso de recursos como: magnetoterapia, Laserterapia, ultrassom terapêutico, eletroterapia com correntes como TENS, corrente interferencial, Acupuntura, hidroterapia e Natação.