6 SET

Saiba tudo sobre Ozonioterapia

Fisioanimal

Veja tudo que esse tratamento pode fazer pelo seu pet

 

Dra. Maira Formeton, Médica Veterinária Fisiatra da Fisioanimal.

Colaboração de M.V. César Prado, Médico Veterinário Acupunturista e Ozonioterapeuta da Fisioanimal.

 

O que é a ozonioterapia?

 

A ozonioterapia utiliza o gás ozônio e o oxigênio como agentes terapêuticos no tratamento de diversas patologias. Entre os seus efeitos podemos citar o anti-inflamatório, a imunomodulador, antimicrobiano e cicatrizante. Como efeito secundário, eles podem conferir o controle da dor em processos inflamatórios.

 

É o mesmo gás da camada de ozônio?

 

Sim! O ar que nós respiramos é uma molécula com dois átomos de oxigênio (O2) e o ozônio é uma molécula com três (O3). Podemos produzir o ozônio “quebrando” as moléculas de O2 para que se reagrupem como O3, para isso utilizamos um aparelho gerador de ozônio que realiza este processo na hora da aplicação.

 

Como funciona?

 

O ozônio pode ser aplicado de várias formas, as principais são de forma local (que podem ser em pontos de acupuntura ou não) por via intramuscular, subcutânea ou intra-articular, insuflação retal e por auto-hemoterapia maior ou menor (quando o sangue do próprio paciente é ozonizado e reaplicado).

 

Entre as aplicações menos frequentes, que variam de acordo com o caso, estão a intradiscal, peridural, bolsa de ozônio, insuflação vesico-uretral e de fístulas. Também é possível ozonizar óleos e água para uso tópico, limpeza de tecidos ou até uso oral.

 

Quais são os efeitos da ozonioterapia?

 

A ozonioterapia é capaz de reduzir a agregação plaquetária, desfazer o empilhamento de hemácias, modular o estresse oxidativo, reduzir a produção de tecido de granulação exuberante, melhorar a circulação local e a perfusão tecidual, promovendo a desinfecção e desbridamento de feridas e estimulando a cicatrização e epitelização. Também possui efeito anti-inflamatório, antiálgico, imunomodulador, bactericida, fungicida e virucida.

 

Em que casos a ozonioterapia é indicada?

 

A ozonioterapia pode ser indicada no tratamento complementar ou isolado de diversas doenças como: artrites e artroses, diabetes, infecções em geral (bacterianas, fúngicas ou virais), discoespondilite, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), glaucoma crônico, doenças isquêmicas, doenças autoimunes, tendinopatias e outros.

 

O ozônio também é utilizado para acelerar a cicatrização de feridas infeccionadas, queimaduras e como adjuvante no tratamento de câncer, amenizando os efeitos colaterais da quimioterapia.

 

O ozônio dói?

 

Em doses com concentrações menores, utilizadas nas primeiras aplicações, o gás não causa dor. O animal pode sentir o desconforto da agulha e do volume do gás mas, na maioria das vezes, eles não se incomodam.

 

Quando a concentração do gás aumenta, a aplicação do ozônio pode causar uma leve irritação no tecido e o animal pode ficar dolorido apenas no dia seguinte à aplicação, voltando ao normal nos dias subsequentes. Observando a resposta do animal e controlando a concentração de ozônio, é possível realizar um tratamento eficaz sem causar nenhum desconforto no pet.

 

Os efeitos do ozônio são rápidos?

 

Sim, dependendo do caso, é possível ver resultados a partir da primeira ou segunda aplicação (em quadros de dor aguda, por exemplo).

 

A ozonioterapia tem contra-indicações?

 

Em pets idosos, debilitados ou com grande estresse oxidativo, a ozonioterapia deve ser evitada ou feita de com muito cuidado para não agravar o quadro clínico do animal.

 

Quer saber ainda mais sobre a ozonioterapia? Agende uma consulta na Fisioanimal.

...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *