20 JUN

Por que todo avô e avó deveria ter um cachorro

Fisioanimal

Veja também qual tipo de cão é melhor para os avós!

 

Cães precisam passear todo dia por, pelo menos, 30 minutos. Se ele estiver sendo guiado por um tutor idoso que tenha dificuldade para caminhar ou um caminhar mais lento, esse passeio pode chegar até uma hora. Pode parecer cansativo, mas a gente te explica porque isso é bom.

Tirando os vovôs e vovós do sofá

Como muitos sabem, um dos problemas mais delicados que podem sofrer alguns idosos é a solidão. Em geral, a solidão costuma ter como consequência a sensação de tristeza e, em alguns casos, isso se deriva em fortes estados depressivos.

Quando se vive com um cão, esse tipo de problema virtualmente não existe. Pois um dos maiores benefícios que oferecem estes lindos bichinhos de quatro pata, é a capacidade deles de nos ajudar a combater a depressão.

O British Medical Journal publicou um estudo, em julho de 2017, que aponta que os idosos com animais de estimação, especialmente os cães, são mais ativos fisicamente, em especial naqueles dias que ninguém quer sair de casa porque está chovendo ou muito frio. Isso contribui para a saúde cardiovascular dos avôs e avós que, ao saírem de casa, acabam tendo mais chance de socializar e diminuem os riscos de depressão e sedentarismo.

cachorro indo passear

Melhorando o humor

Os idosos ganham um objetivo de vida quando precisam cuidar de um cão. Eles sabem que o pet precisa daquela caminhada e por isso eles se esforçam e fazem. Essa caminhada ainda ajuda na liberação de serotonina que deixa o vovô ou a vovó mais alegre, aumenta o apetite e melhora o sono.

Sem dúvidas, este é outro dos maiores benefícios que os cães oferecem. Muitas pessoas em idade avançada costumam sofrer de diversos tipos de enfermidades mentais.

Conforme alguns estudos conseguiram provar, a interação com os animais oferece uma importante melhoria na memória dos idosos. Este fato se transformou em uma das razões principais pelas quais alguns médicos recomendam aos idosos conviver com um cão.

Por que os cães oferecem este maravilhoso benefício? Isso se deve ao fato de que eles representam a melhor arma contra o estresse devido a forma com que eles nos entretêm com suas travessuras caninas e seu carinho.

Também, foi possível comprovar que a perda da memória dos idosos tem uma estreita relação com o alto nível de estresse, por isso eliminar esse problema é fundamental.

As raças mais indicadas

Os cachorros mais escolhidos pelos idosos são de raças pequenas como Shih Tzu, Lhasa Apso, Maltês e Spitz Alemão, mas esse não deve ser o único critério de escolha! É melhor pensar primeiro na idade do cão. Geralmente, os filhotes têm fase de mordidas que podem machucar o idoso com qualquer mordidinha e pedem atividades físicas mais intensas, gerando um desgaste maior no tutor. Vale ressaltar que é importante adestrar o pet para que ele não puxe a coleira e obedeça nosso vovô e vovó quando sair na rua.

Dicas:

  • Que tenha mais de 2 anos
  • Que seja tranquilo e obediente
  • Que não caminhe muito rápido
  • Que seja de raça pequena ou média, como o Yorkshire Terrier ou o Beagle

Vira-lata também é amor

O ideal é um cão adulto ou idoso, que não vai derrubar o vovô ou a vovó que estiver passeando com ele, nesse ponto não tem problema se o cachorro for de grande porte ou mesmo um catioro sem raça definida (SRD).

Cães ajudam a melhorar o humor em idosos e previnem a depressão.

A convivência entre idosos e cães melhora a saúde física

Quando se tem uma idade muito avançada, o exercício de baixo impacto costuma ser essencial para se manter o mais saudável possível. Nessa etapa da vida, os problemas físicos tendem a ser recorrentes, daí sua utilidade.

É por essa razão é que muitos médicos consideram o sedentarismo como extremamente perigoso quando se está na velhice, já que o estado de saúde será prejudicado ante a falta de atividade física.

Para solucionar esse problema, a melhor opção de todas é conviver com um cão. Os nossos lindos companheiros de quatro patas requerem uma determinada atenção que nos faz realizar atividades físicas sem exageros.

Uma das mais importantes, tanto para o peludo quanto para seus donos, são as caminhadas. Através das caminhadas, não apenas o dono se sentirá mais saudável, mas também o animal. Isso ocorre porque caminhar faz com que o estresse diminua e que a pessoa se sinta mais feliz, o que é muito importante se alguém deseja estar o mais saudável possível.

O mais recomendável é levar um cão para passear pelo menos 3 vezes ao dia, e caminhar entre 15 e 30 minutos a cada sessão de passeio. Essa caminhada oferecerá uma série de importantes benefícios para sua saúde, como a diminuição da pressão arterial e o fortalecimento dos músculo.

Para ver mais motivos para ter um catioro ou dicas de como cuidar deles, siga a Fisioanimal no Instagram e Facebook!

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Aqui na Fisioanimal temos todo conforto para vovôs e vovós cuidares de seus bichinhos, afinal, qualidade de vida para humanos e seus amigos é essencial.

Clínica com consultório em andar inferior acessível, poltronas confortáveis e um gostoso cafézinho enquanto você tem seu amigo pet no tratamento.

Entre em contato e veja os benefícios da fisioterapia e acupuntura para os animais.

Tel: 011 3862-6398

=======================================================

 

 

...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *