11 JAN

Nutrição animal

Fisioanimal

Se antigamente o problema majoritário era encontrar fontes alimentares, atualmente a atual dificuldade é como se alimentar, a partir das diferentes ofertas que existem no setor alimentício (claro, desde que não somos alguns desafortunado que vive abaixo da linha da pobreza).

Podemos até fazer um exercício mental: se dermos a chance para algum homem primitivo que viveu em uma época anterior a Revolução Agrícola, a qual permitiu-nos adquirir elevada tecnologia para a produção de alimentos, obviamente que ele desejaria sair de sua rotina pesada de caçar animais selvagens, assim como colher frutos selvagens, e ir para qualquer supermercado, pegar um carrinho de compras, e tranquilamente efetuar uma transação comercial.

E é possível que esse mesmo homem (ou mulher, ou ambos e seus filhos, naturalmente) trouxesse consigo – para esta viagem no tempo fictícia rumo ao futuro (a nossa época) – o seu companheiro fiel, o cachorro, este que os auxilia na procura de caça assim como proteção e alerta contra outros animais mais perigoso, e até contra possíveis inimigos e rivais.

Essa família primitiva, também com seu cachorro primitivo, teria uma abundancia alimentar diante dela (desde que, claro, tivessem aqueles que o ajudassem financeiramente, digamos os cientistas que construíram a máquina do tempo), coisa que eles nunca conseguiriam imaginar, todo o conforto da escolha e acessibilidade para carnes, frutos e produtos industrializados.

O problema do homem primitivo de encontrar fontes alimentares estaria sanado, todavia eles enfrentariam um novo problema, aquele que assola o homem moderno: a maneira de se alimentar.

 

A saúde alimentar dos nossos animais de estimação

A situação hipotética envolvendo os indivíduos primitivos não foi aleatório para se estar presente em um texto sobre temática veterinária, já que é sabido que os cachorros foram os primeiros animais a serem domiciliados pelo ser humano.

O vínculo é tão forte que é encontrado até fosseis de cães enterrados juntos com seu dono.

Não é para menos, já que os cachorros auxiliavam os seres humanos em diversas tarefas, sendo mais uma importante ferramenta evolutiva que entrou “simbiose” com a nossa espécie, nos proporcionando maiores chances de sobrevivência as mazelas da pressão ambiental.

Os gatos também foram muitos queridos nas épocas antigas (todos sabem a paixão divina que os egípcios têm por eles), também com importante auxílio, por exemplo, no combate de praga (ratos) que assolavam silos de colheitas de grãos.

Se os nossos pets foram tão importantes para nós ao longo da história, que é praticamente uma dívida que nós temos com eles atualmente.

Por assim, tem-se que aproveitar a grande oferta alimentar (além da opinião de um especialista veterinário, é claro) para trazer o melhor dos recursos nutricionais disponíveis para os nossos cachorros e gatos.

 

 

Clínica de saúde para o seu pet

Nós sabemos a importância que o seu bichano de estimação tem para você e para a sua família (aliás, ele faz parte da sua família).

Para isso que existe a Fisioanimal, uma clínica voltada a tratar e aconselhar a saúde do seu pet, em todos os níveis: seja em diagnósticos e procedimentos hospitalares, seja para reabilitações e práticas de relaxamento animal, e ainda aconselhamento nutricional, este último indicando os melhores tipos alimentares, assim também o que se deve evitar para não deteriorar a saúde do cachorro ou gato.

Nós amamos os bichos tanto quanto você, assim sabemos da importância de ter um quadro de profissionais voltados para o melhor tratamento do seu melhor amigo.

Não negligência a saúde do seu animal, principalmente quanto a sua alimentação (o que determinará a qualidade de vida dele, e o quanto ele vai estar bem ao seu lado).

Contate-nos, estamos disponíveis para sanar as principais dúvidas a respeito da saúde alimentar do seu pet.

...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *