14 JAN

Natação para animal

Fisioanimal

Nossos animais de estimação são importantes membros das nossas famílias, e é tanto o amor que temos por eles que não é bastante comum filmes e desenhos dedicarem para eles histórias e contos para entretenimento.

Nunca esqueceremos a turma do Charlie Brow e seu fiel amigo Snoopy, criados pelo desenhista estadunidense Charles Schulz nas tirinhas em quadrinhos “Peanuts”, depois tornada desenhos animados, quando o cachorro usado o teto de sua casinha para dormir ou escrever em sua máquina datilográfica.

Ainda mais engraçado e associado a nossa rotina, temos o gato Garfield, criado pelo desenhista estadunidense Jim Davis, aquele que ama lasanha e detesta as segundas feiras.

Aqui no Brasil temos a Turma da Mônica, criada pelo cartunista brasileiro Mauricio de Souza, em que todas as personagens têm um bichinho de estimação: O cachorro Monicão da Mônica, o cachorro Floquinho do Cebolinha, o porquinho Chauvinista do Cascão, e o gato Mingau da Magali, além do cachorro Bidu, o primeiro criado por Maurício, baseado em um cachorrinho que este teve na infância, e que está presente no símbolo dos estúdios dos quadrinhos e dos desenhos animados.

 

Os pets e o apelo a audiência

Quando vemos a presença de cachorros em filmes e séries, rezamos para que seja algo infantil, como esses filmes mamão com açúcar que passam na Sessão da Tarde.

Do contrário, podemos esperar que o filme use o amor que nós temos aos bichos como recurso de roteiro, fazendo assim que uma cena ganhe uma carga dramática muito maior com eles.

Por exemplo o filme do Will Smith “Eu Sou a Lenda” de 2007, onde ele vive um cientista sobrevivente a uma epidemia biológica que torna os seres vivos (e cachorros) em ferozes devoradores de carne e sangue, tendo uma pastora alemã o acompanhando, inevitavelmente ela acaba sendo contaminada pela praga, e tem de ser sacrificada.

Outra cena bem apavorante que tem participação de animais é o filme do cineasta John Carpenter “O Enigma de Outro Mundo” (em inglês: “The Thing”) de 1982, com o Kurt Russel no papel principal, explora um grupo de pesquisadores e operários vivendo em uma base afastada na Antártida, a qual sofrem um ataque por um organismo alienígena que replica os corpos de maneira mais horrenda possível, também atingindo inocentes cachorros (a cena do canil, uma das mais angustiantes do cinema de terror).

Os roteiristas e produtores de filmes sabem que o grande público, em sua maioria ama os animais e não os gostam de ver sofrendo (graças a Deus!), por isso os utilizam muitas vezes para chamar atenção para suas películas.

 

E a saúde do seu pet?

Se nós amamos nossos animais, temos que demonstrar importância quanto saúde e seu bem-estar, nunca negligenciando quando eles precisam de nós.

Nós da Fisioanimal temos esta consciência, principalmente considerando que os animais assim como os seres humanos são vulneráveis a diversas perturbações psicológicas e tristezas.

Inclinado a esta filosofia é que trazemos para você e o seu pet uma clínica voltada ao tratamento e diagnósticos, reabilitações, práticas fisioterápicas, recomendação nutricional e hidroterapia, assim como natação para o seu animal.

Entre em contato conosco, estamos disponíveis para esclarecer qualquer dúvida a respeito dos nossos serviços e sobre a saúde do seu animal de estimação.

...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *