4 SET

Mielopatia degenerativa: o que é e como cuidar?

Fisioanimal

Conheça essa doença que atinge os cães de grande porte.

 

Dra. Maira Formeton, Médica Veterinária Fisiatra da Fisioanimal.

 

A Mielopatia degenerativa em cães é uma doença crônica e lentamente progressiva que causa uma “desordem” na medula espinhal. Embora seja possível acontecer em cães pequenos ou felinos, a doença é mais comum em cães de grande porte, principalmente no Pastor Alemão, Rottweiller e Boxer, entre 5 e 14 anos de idade. Não se sabe ao certo a causa da doença, mas acredita-se que seja de origem genética, algumas vertentes apostam que seja uma doença autoimune.

 

Quais são os sintomas?

 

A doença começa com a dificuldade progressiva de locomoção dos membros pélvicos até a chegar na paralisia dos mesmos e, geralmente, também atinge membros torácicos podendo progredir para a perda de capacidade de contração dos músculos respiratórios (intercostais e diafragma).

O diagnóstico é muito complicado porque a mielopatia degenerativa tem muitos sintomas iniciais parecidos com os de outras doenças como hérnia de disco, cauda equina e displasia coxofemoral , e mesmo com os exames laboratoriais e de imagem não é possível ter uma resposta conclusiva. Algumas alterações em ressonância magnética podem ser indicativos associados ao histórico clínico e exame neurológico. O diagnóstico definitivo só pode ser realizado com laudo histopatológico da medula após o falecimento do animal.

 

Como tratar?

 

O acompanhamento com um especialista em fisioterapia é essencial para manter a qualidade de vida do paciente. A fisioterapia pode auxiliar a aumentar a expectativa de vida, e reduzir a progressão dos sintomas.

A associação com acupuntura e ozonioterapia traz os melhores benefícios, visto que a mielopatia degenerativa não tem cura e nem tratamento cirúrgico. São associados suplementos vitamínicos e analgésicos para controle de dores compensatórias, porém os cuidados paliativos são essenciais, estes trarão mobilidade e conforto ao pet.

 

Caso você perceba algum desses sintomas no seu pet, agende uma consulta na Fisioanimal para tirar a dúvida e fazer um diagnóstico.

...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *