11 JAN

Fisioterapia veterinária

Fisioanimal

É muito comum, no mundo civilizado, vermos pessoas passeando ou cuidando de algum animal de estimação.

Cachorros e gatos são os grandes companheiros modernos, o que traz híbridas situações, pois muitos humanos dizem que preferem a companhia de seus animais de estimação do que outros seres humanos.

A favor, essas pessoas normalmente dizem que os animais são fieis, e não irão trair na mesma magnitude que os seres humanos podem o fazer.

Entretanto não se pode notar que tal comportamento pode ser aberrante, caracterizando um hábito antissocial, o qual não deve ser perpetuado já que os seres humanos se desenvolveram em sociedades, uns cooperando e colaborando com o outro.

Mas que realmente, ao vermos alguns comportamentos de alguns seres humanos, realmente é preferível ficar à companhia dos nossos animais de estimação.

 

Cooperação ecológica: o papel dos animais de estimação

Se não nos é surpreendente vermos o grau de dependência que nós os seres humanos temos com os nossos animais, esse fenômeno fica mais claro e compreensivo quando voltamos no tempo e verificamos o cruzamento da nossa história natural com esses animais.

Considere que a espécie Homo sapiens vaga no mundo há muito tempo – alguns calculam 100.000 anos – mas o ser humano moderno foi só definido nos últimos 10.000, período que se conhece por revolução neolítica, ou seja: a transição do homem paleolítico para o homem neolítico (neo significa novo).

Esse período marca o momento de transferirmos os métodos de caça e pesca de animais e coleta de frutos selvagens para a agricultura e pecuária, isto otimizado pela produção de ferramentas (as pedras lascadas) dando início a produção cada vez maior de fontes de alimento.

Não se sabe ao certo, mas na transição deste período, quando ainda se caçava e se adotava tecnologias agropecuárias rudimentares, os alimentos foram ficando fartos, tendo assim um excedente de produção.

Esse excedente foi sendo descartado, o que fez com que atraíssem cachorros selvagens, tendo essa cooperação dado tão certo que esses cachorros, ao serem domiciliados, passaram a colaborar tanto com a caça de animais como sendo uma própria tecnologia pecuária, auxiliando na vigilância de rebanhos de caprinos e bovinos, ao mesmo tempo um protetor da propriedade o qual pertencia.

Os cachorros foram os primeiros animais domésticos a serem domesticados, seguidos dos cavalos, gatos, entre outros mais extravagantes.

Importante citar que muitos animais selvagens podem ser contrabandeados por biopirataria, sendo assim não contribua com este tráfico, adote um animal abandonado.

Clínica fisioterápica para o seu pet

Sabendo desta importância que os nossos animais domésticos representam para as nossas vidas e as vidas de nossas famílias, é que surge um serviço de excelência para o seu pet.

A Fisioanimal é uma clínica veterinária com suporte para a melhor consulta que o seu animal de estimação necessita, contando com um corpo clínico veterinário especializado, apresentamos as melhores metodologias para o tratamento, recuperação e fisioterapia de cachorros e gatos.

Caso o seu bicho esteja necessitando de alguma assistência fisioterápica, não perca mais tempo, contate imediatamente um de nossos profissionais e esclareça todas as suas dúvidas a respeito do nosso catálogo de serviços.

Não permite que o seu animal sofra, lembre-se que ele pensa que só existe uma razão dele existir: você.

...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *