11 JAN

Acupuntura animal

Fisioanimal

É originada do Oriente uma das técnicas terapêuticas amplamente utilizada aqui no Ocidente: a acupuntura.

Aplicada em clínicas por profissionais especializados, a técnica consiste em espetar com finas agulhas pontos específicos do corpo, estimulando diferentes terminações nervosas do organismo, este correspondendo com mais relaxamento como resposta terapêutica.

E o sucesso da técnica chegou para os nossos melhores amigos: a acupuntura animal.

Será que o seu bichano não está precisando de uma sessão de acupuntura animal, para relaxar seu organismo?

 

A história de Hachikō

Vem do Oriente também uma das mais belas histórias de fidelidade já testemunhadas no nosso mundo é a do cachorro japonês Hachikō.

Como muitas histórias que já nos chegou sobre a fidelidade canina para com seus donos, a história deste cachorro nos dá mais um argumento de como é importante zelarmos pela a saúde e o bem estar dos nossos animais de estimação, pois eles com certeza zelam por nós.

A história de Hachikō começa em 1923, quando nasceu na cidade de Odate, e foi levada para Tokio pelo agrônomo e professor da Universidade Imperial de Tokyo, Hidesaburō Ueno.

O professor Ueno era famoso por caminhar todos os dias para o trabalho de sua casa até a estação de trem, acompanhado fielmente de Hachikō, este que após a partida, retornava para a sua casa e voltada ao fim da tarde para a estação, para assim receber o professor e voltarem novamente acompanhados para casa.

Entretanto, um dia normal na rotina de ambos, o professor sofre um grave acidente hemorrágico cerebral, vindo a falecer, por assim nunca mais voltando para reencontrar o seu amigo.

E mesmo nunca mais retornando, Hachikō permaneceu por mais nove anos, até o dia da sua morte, indo ao fim de tarde na estação de trem, fielmente esperando o seu dono voltar do trabalho.

A comoção foi tanta que Hachikō foi enterrado com todas as honras que os japoneses prestam aos seus entes falecidos.

 

O melhor amigo do homem

A história acima, como já citada, não é nova.

Há muitos casos de cachorros que fogem de suas casas e vão encontrar os seus donos quando estes estão internados em hospitais.

Também não é raro chegar até nós casos de cachorros que, quando os seus donos falecem, eles vão até o cemitério e ficam melancolicamente deitados nas sepulturas, aguardando com alguma esperança canina o retorno do seu melhor amigo.

Realmente, vendo todo este vinculo que temos com os animais de estimação, realmente fica difícil entender quem não gosta de ter por perto um pet.

 

Saúde mental e física dos nossos pets

Os exemplos acima mostram como os nossos animais não dependem apenas de comida e água: depende de toda uma relação de amizade (as quais é difícil ter reciprocidade caso fosse com um ser humano).

A qualidade de vida do seu animal de estimação está associada como você o trata, interagi, passeia, enfim, como compartilha todos os momentos com ele.

Por isso que técnicas de massagem e acupuntura animal estão tão comuns: mostra que nossa importância com a qualidade de vida de nossos pets é altamente significativa.

E caso você queira fazer um procedimento desta natureza, temos que ter em mente que o profissional precisa ser capacitado, ter conhecimento do método (seja para realiza acupuntura humana, seja para a acupuntura animal).

 

Clínica voltada a saúde do seu pet

A gente sabe da importância da saúde física e mental que o seu (e os nossos) pets precisam ter, e para isto trazemos o melhor em serviços de reabilitação e recuperação veterinária.

Nós da Fisioanimal assumimos um compromisso sólido em tratar bem o seu cachorro e gato, para isso possuindo um quadro sólido de serviços, desde metodologias voltadas à fisioterapia até práticas de acupuntura animal.

Nunca deixe o seu bichano ficar sofrendo, não é justo trata-lo assim, principalmente aquele que será o mais fiel, devotado e leal a sua pessoa.

Ligue agora mesmo para nós, e esclareça suas principais dúvidas a respeito de acupuntura animal.

...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *